Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 15/10/2020 09:00
   
 

  Caiado sanciona lei que obriga distribuição de EPIs a trabalhadores de Goiás

Jornal A Redação
www.aredacao.com.br Foto: Google Imagens/Imagem Ilustrativa

Foi sancionada pelo governador Ronaldo Caiado a Lei Estadual nº 20.871, de 8 de outubro de 2020, que dispõe sobre a aquisição e a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) a todos os trabalhadores em Goiás durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A matéria tem origem no Projeto de Lei nº 2307/20, de autoria do deputado Delegado Eduardo Prado, e foi apensada ao Projeto de Lei nº 2023/20, de autoria de Humberto Aidar, de mesmo conteúdo. 

Segundo a Lei, todos os estabelecimentos, assim como os comerciantes, fornecedores ou prestadores de serviço no Estado de Goiás, deverão obrigatoriamente fornecer máscaras, álcool em gel a 70% e outros materiais imprescindíveis para prevenção de contágio pelo novo coronavírus, além de orientação aos trabalhadores e colaboradores sobre a obrigatoriedade e o uso adequado dos equipamentos.

A distribuição de EPIs aos profissionais se justifica pela grande exposição a situações de risco pelas quais eles passam neste momento, e também para que eles possam atuar de modo preventivo, colaborando para que o maior número possível de vidas seja preservado. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o uso de máscaras por todas as pessoas onde houver transmissão ampla da doença e em situações em que o distanciamento social não é possível, como no transporte público. Antes de usar a máscara, a pessoa deve lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel. A máscara deve ser colocada de forma que cubra a boca, o nariz e o queixo.

Em Goiás, o uso individual de máscara de proteção facial é obrigatório desde o dia 19 de abril deste ano, quando o governador Ronaldo Caiado publicou o Decreto nº 9.653, impondo a medida para qualquer pessoa que saia às ruas em todo o Estado. 

Vale ressaltar que pessoas doentes com sintomas da Covid-19 devem permanecer em casa e consultar um médico. Pessoas com diagnóstico confirmado devem ser isoladas e tratadas em uma unidade de saúde, e as pessoas com quem teve contato devem ser colocadas em quarentena. Pessoas que cuidam de uma pessoa infectada em casa devem usar máscara enquanto estiver no mesmo cômodo que a pessoa doente, e os profissionais de saúde devem usar máscaras médicas e outros equipamentos de proteção ao lidar com pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.

O não cumprimento da Lei acarretará em multa de R$ 5.000 (cinco mil reais) ao responsável pelo estabelecimento, para cada ocorrência. Em caso de reincidência, a multa será duplicada.  Os recursos obtidos com as multas serão revertidos ao Fundo Estadual de Saúde (FES).

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Goiás terá Grupo Especial de Investigação em Estupros, diz governo

Duas mulheres testam positivo e elevam casos de Covid-19 em Vianópolis para 206

Estudantes e professores de escolas do entorno do reservatório de Corumbá IV são premiados pela Agenda 21 Escolar

Dois novos casos de Covid-19 foram registrados em Silvânia nesta segunda-feira

Governo de Goiás entrega kits alimentos para 1.015 estudantes de Silvânia na próxima semana

Brasil vive momento de recuo da pandemia, mas 2ª onda na Europa acende alerta

Goiás registra 512 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Goiás reduz em mais de 40% os casos de roubo no campo

Servidores da Prefeitura de Silvânia terão feriadão de quatro dias

Debate entre os candidatos a prefeito de Silvânia na Rio Vermelho FM será no dia 07 de novembro

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato