Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 15/10/2020 09:00
   
 

  Caiado sanciona lei que obriga distribuição de EPIs a trabalhadores de Goiás

Jornal A Redação
www.aredacao.com.br Foto: Google Imagens/Imagem Ilustrativa

Foi sancionada pelo governador Ronaldo Caiado a Lei Estadual nº 20.871, de 8 de outubro de 2020, que dispõe sobre a aquisição e a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) a todos os trabalhadores em Goiás durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A matéria tem origem no Projeto de Lei nº 2307/20, de autoria do deputado Delegado Eduardo Prado, e foi apensada ao Projeto de Lei nº 2023/20, de autoria de Humberto Aidar, de mesmo conteúdo. 

Segundo a Lei, todos os estabelecimentos, assim como os comerciantes, fornecedores ou prestadores de serviço no Estado de Goiás, deverão obrigatoriamente fornecer máscaras, álcool em gel a 70% e outros materiais imprescindíveis para prevenção de contágio pelo novo coronavírus, além de orientação aos trabalhadores e colaboradores sobre a obrigatoriedade e o uso adequado dos equipamentos.

A distribuição de EPIs aos profissionais se justifica pela grande exposição a situações de risco pelas quais eles passam neste momento, e também para que eles possam atuar de modo preventivo, colaborando para que o maior número possível de vidas seja preservado. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o uso de máscaras por todas as pessoas onde houver transmissão ampla da doença e em situações em que o distanciamento social não é possível, como no transporte público. Antes de usar a máscara, a pessoa deve lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel. A máscara deve ser colocada de forma que cubra a boca, o nariz e o queixo.

Em Goiás, o uso individual de máscara de proteção facial é obrigatório desde o dia 19 de abril deste ano, quando o governador Ronaldo Caiado publicou o Decreto nº 9.653, impondo a medida para qualquer pessoa que saia às ruas em todo o Estado. 

Vale ressaltar que pessoas doentes com sintomas da Covid-19 devem permanecer em casa e consultar um médico. Pessoas com diagnóstico confirmado devem ser isoladas e tratadas em uma unidade de saúde, e as pessoas com quem teve contato devem ser colocadas em quarentena. Pessoas que cuidam de uma pessoa infectada em casa devem usar máscara enquanto estiver no mesmo cômodo que a pessoa doente, e os profissionais de saúde devem usar máscaras médicas e outros equipamentos de proteção ao lidar com pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.

O não cumprimento da Lei acarretará em multa de R$ 5.000 (cinco mil reais) ao responsável pelo estabelecimento, para cada ocorrência. Em caso de reincidência, a multa será duplicada.  Os recursos obtidos com as multas serão revertidos ao Fundo Estadual de Saúde (FES).

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Plano preliminar de vacinação contra a Covid-19 prevê quatro fases

Trabalhadores terão nova chance de solicitar saque emergencial do FGTS

Orizona está entre os piores índices de conectividade à internet de estudantes das escolas públicas de Goiás

Quatro mulheres testam positivo e casos de Covid-19 em Vianópolis chegam a 251

Silvânia não registra novos casos de Covid-19 nesta terça-feira e número de curados sobe para 368

Diplomação dos eleitos em Silvânia, Gameleira de Goiás, Vianópolis e São Miguel do Passa Quatro será no dia 18

Conta de luz terá cobrança extra a partir desta terça-feira, decide Aneel

Nova certificação da Anvisa pode agilizar vacina contra a Covid-19 no Brasil

Assalto a banco assusta moradores de Criciúma, em Santa Catarina

Goiás tem quase 280 mil casos de Covid-19

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato