Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 21/05/2020 08:18
   
 

  Estado recomenda a não realização da Temporada do Araguaia 2020

Samuel Straiotto
www.diariodegoias.com.br Foto: Reprodução

No mês de julho é tradicional a Temporada do Araguaia. Goiás não tem mar, mas pessoas que moram em diferentes regiões do estado e até de outras localidades apreciam as praias de água doce em diversos pontos do rio. No entanto, este ano a situação é diferente. Com a pandemia do coronavírus, a recomendação é de não ter aglomerações, com isso o governo estadual orienta os municípios a não realizarem a temporada deste ano.

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, explicou que tem procurado dialogar com os prefeitos da região do Vale do Araguaia. A intenção é de reforçar o máximo possível de cuidados, pois assim como outros pontos do estado, a estrutura de saúde não suportaria atender um grande número de pessoas.

A preocupação é com turistas oriundos de outras regiões chegarem as praias do Araguaia e acabarem disseminando o vírus na população local.

“A nossa fala é para chegarmos a um consenso. De forma muito conservadora a gente tem conversado sobre isso, teremos uma nova reunião para discutir a ideia. A situação requer o máximo de cuidados possíveis. A nossa preocupação é que pessoas de outros lugares possam ir pra lá e contaminar a população. Queremos ouvir os poderes constituídos para tomar uma decisão formal”, explicou Fabrício Amaral em entrevista ao Diário de Goiás.

A prefeita de São Miguel do Araguaia, Azaíde Donizetti Borges, tem preocupação semelhante à de Fabrício Amaral. Nesta quinta-feira (21), os dois estarão em videoconferência ao lado de representantes do Ministério Público, Judiciário, entre outras autoridades para debater a temporada do Araguaia.

Azaíde relatou que os turistas sempre são bem vindos a Luiz Alves, povoado localizado no município de São Miguel do Araguaia, mas que o momento não é o mais adequado para recebê-los. Na sede do município será decretado toque de recolher às 22 horas.

Ela reconhece a dificuldade enfrentada por donos de hotéis e pousadas da região, que há mais de 60 dias não podem funcionar e estão tendo que demitir funcionários. No entanto, a prefeita relatou que há movimento de turistas, em casas alugadas e que não é possível proibir as pessoas de chegarem a região.

“Amanhã (quinta) nós vamos definir numa nova reunião que faremos, vamos decidir o que fazer em Luiz Alves. O risco é iminente, Luiz Alves está cheio, gostaríamos que os turistas de todo o Brasil que escolhem o nosso Rio Araguaia para curtir as férias, que é importante a presença deles aqui, mas gostaríamos pedir e não exigir a compreensão de todos que aguardassem um pouco mais, pois não estamos no período de férias, o momento não é propício para aglomerações”, relatou a prefeita.

Ela destacou que Luiz Alves é um pequeno povoado de 2,5 mil pessoas e que uma pessoa com coronavírus de forma assintomática poderia “deixar um rastro de destruição”. O presidente da Goiás Turismo pretende ir pessoalmente a Luiz Alves e a Aruanã para tratar do assunto. Fabrício Amaral vê dificuldades em fazer um trabalho de fiscalização, devido à extensão da região.

“Dificulta muito grande esse trabalho. Você tem divisa com Mato Grosso, com o Tocantins, é um ambiente impossível para controlar tudo. A gente não vai conseguir conter tudo, mas consegue desestimular uma temporada. Quero ir pessoalmente conversar com os prefeitos e o posicionamento do governador é de bastante cautela em relação a isso”, disse.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Após servidores testarem positivo, Câmara de Silvânia fecha por sete dias e destina R$ 50 mil para prefeitura investir no combate à Covid-19

São Paulo inicia testes da vacina contra coronavírus no dia 20 de julho

Começam as inscrições para o Sisu

Goiás registra 33 mortes por covid-19 em 24h e total de óbitos chega a 654

Operação Cerrado Vivo previne e combate incêndios em Goiás

Pandemia provoca queda de R$ 6,7 milhões de arrecadação no turismo em Goiás

Gameleira de Goiás adere ao isolamento e fecha comércio aos domingos

Vianópolis tem cinco novos casos de coronavírus

Sobem para 35 os casos de Covid-19 em Orizona

Silvânia registra sete novos casos de Covid-19

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato