Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 27/02/2014 09:46
   
 

  Operação contra quadrilha de tráfico de drogas prende 31 pessoas em Orizona, Vianópolis e Pires do Rio

Márcia Sousa
www.mp.go.gov.br Foto: Reprodução

O Ministério Público de Goiás, em parceria com as polícias Civil e Militar, realizou na manhã desta quinta-feira (27) uma operação para cumprir diversos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Orizona, Vianópolis e Pires do Rio. O objetivo era desbaratar uma organização criminosa constituída para a prática de tráfico de drogas nos três municípios. Entre os presos estão dois agentes da Polícia Civil e um policial militar, que estavam envolvidos com a organização criminosa e revelavam as investigações realizadas pela polícia envolvendo o tráfico de drogas na região. Foram presas 25 pessoas em Orizona, 4 em Pires do Rio e 2 em Vianópolis.

As investigações tiveram início um ano atrás e começou com uma suspeita da Polícia Militar de Orizona, que solicitou a investigação do Ministério Público. Segundo as apurações feitas pela polícia e pelo MP, a quadrilha tinha base em Orizona, mas atuava nas cidades de toda região.

Tendo à frente os promotores de justiça Danni Sales Silva e Mário Henrique Cardoso Caixeta, a operação foi realizada em conjunto com a Delegacia Estadual de Combate a Entorpecentes (Denarc), Corregedoria da Polícia Civil e Polícia Militar do Estado de Goiás. Estiveram envolvidos na atuação conjunta o delegado do Denarc, Dr Gilson Mariano, três delegados de polícia e seis agentes da Corregedoria, 12 agentes da Polícia Civil e 78 policiais militares.

A investigação foi iniciada pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar e o Procedimento de Investigação Criminal instaurado pelo Promotor Danni Sales, determinando a ação do Grupo Especial de Repressão à Narcóticos (Genarc) que, por meio de escutas telefônicas, desbaratou a ação da organização criminosa. Em decisão pioneira no Estado de Goiás, a decretação das prisões e dos mandados foram expedidos por um colegiado de juízes, tendo em vista a caracterização de organização criminosa com periculosidade e envolvendo a participação de policiais civis e militares.

O promotor de Justiça Danni Sales Silva é titular em Anicuns e foi designado para atuar na investigação. O promotor Mário Henrique Cardoso Caixeta é coordenador do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial do MP-GO.
   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Educação no Brasil melhora, mas país continua entre os piores do mundo

Cientistas dos Estados Unidos e do Brasil se unem para combater avanço do Zika

Bombeiros registram queda no número vitimas por afogamento em Goiás

Juiz autoriza PF a abrir inquérito sobre sítio frequentado por Lula

Taxista de Goiânia é assaltado e passa dois dias dentro de porta-malas no bairro São Sebastião

Campanha da Fraternidade alerta para necessidade de saneamento básico no Brasil

Morte por dengue hemorrágica motiva ações de combate ao Aedes em Goiás

BC espera recuperar R$ 6,9 bilhões de grandes devedores até setembro

Colisão de trens na Alemanha deixa mortos e feridos

Servidores municipais de Senador Canedo têm salário reajustado

Ver todas as notícias


 

 

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2015 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por Voz Digital