Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 27/02/2014 09:46
   
 

  Operação contra quadrilha de tráfico de drogas prende 31 pessoas em Orizona, Vianópolis e Pires do Rio

Márcia Sousa
www.mp.go.gov.br Foto: Reprodução

O Ministério Público de Goiás, em parceria com as polícias Civil e Militar, realizou na manhã desta quinta-feira (27) uma operação para cumprir diversos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Orizona, Vianópolis e Pires do Rio. O objetivo era desbaratar uma organização criminosa constituída para a prática de tráfico de drogas nos três municípios. Entre os presos estão dois agentes da Polícia Civil e um policial militar, que estavam envolvidos com a organização criminosa e revelavam as investigações realizadas pela polícia envolvendo o tráfico de drogas na região. Foram presas 25 pessoas em Orizona, 4 em Pires do Rio e 2 em Vianópolis.

As investigações tiveram início um ano atrás e começou com uma suspeita da Polícia Militar de Orizona, que solicitou a investigação do Ministério Público. Segundo as apurações feitas pela polícia e pelo MP, a quadrilha tinha base em Orizona, mas atuava nas cidades de toda região.

Tendo à frente os promotores de justiça Danni Sales Silva e Mário Henrique Cardoso Caixeta, a operação foi realizada em conjunto com a Delegacia Estadual de Combate a Entorpecentes (Denarc), Corregedoria da Polícia Civil e Polícia Militar do Estado de Goiás. Estiveram envolvidos na atuação conjunta o delegado do Denarc, Dr Gilson Mariano, três delegados de polícia e seis agentes da Corregedoria, 12 agentes da Polícia Civil e 78 policiais militares.

A investigação foi iniciada pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar e o Procedimento de Investigação Criminal instaurado pelo Promotor Danni Sales, determinando a ação do Grupo Especial de Repressão à Narcóticos (Genarc) que, por meio de escutas telefônicas, desbaratou a ação da organização criminosa. Em decisão pioneira no Estado de Goiás, a decretação das prisões e dos mandados foram expedidos por um colegiado de juízes, tendo em vista a caracterização de organização criminosa com periculosidade e envolvendo a participação de policiais civis e militares.

O promotor de Justiça Danni Sales Silva é titular em Anicuns e foi designado para atuar na investigação. O promotor Mário Henrique Cardoso Caixeta é coordenador do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial do MP-GO.
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Avião agrícola cai em fazenda de Júnior Friboi, em Goiás

Detran-GO quer aumentar taxas em até 3.000%

Número de mortos em ataque talibã a escola do Paquistão passa de 140

Novo extintor de incêndio automotivo passará a ser exigido em janeiro de 2015

Conselho de Ética instaura processo de cassação de Jair Bolsonaro

Canto da Primavera 2014 começa nesta quarta-feira, em Pirenópolis

Adiada para esta quarta-feira sessão do Congresso para votar LDO de 2015

Conta de luz terá custo extra para os consumidores

Três municípios goianos são destaque na produção agrícola do País

Celg gasta R$ 5,5 milhões no ano para consertar estragos de acidentes

Ver todas as notícias


 

 

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato