Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 09/05/2013 15:12
   
 

  PMs estão entre os 100 presos em ação da Polícia Civil, em Goiás

Márcia Sousa
www.g1.com Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

A Polícia Civil prendeu 101 pessoas em cidades goianas na manhã desta quinta-feira (9). Entre elas, estão 18 policiais militares que atuam em Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia. Eles são suspeitos de crimes como homicídio, ocultação de cadáver, tráfico de drogas e latrocínio. As prisões fazem parte das Operações Dilúvio e Resgate, que integram a ação nacional da Polícia Civil, denominada Operação PC 27.

Dos policiais detidos na Operação Resgate, 17 trabalham na corporação e um está na reserva. Um tenente, que já foi comandante do Batalhão Policial de Goianira, está entre os presos. Uma equipe de reportagem da TV Anhanguera acompanhou com exclusividade a ação na cidade, que foi deflagrada na madrugada e contou com o apoio da Polícia Militar.

No pelotão da PM, os investigadores prenderam um cabo que estava trabalhando e um sargento que chegava para trabalhar. Os investigadores abriram os armários pessoais dos militares envolvidos. Em frente ao pelotão, os peritos vasculharam minuciosamente o interior de alguns carros, inclusive o porta-malas e a parte mecânica dos veículos. Os policiais ainda apreenderam 14 armas e objetos pessoas dos militares.

O comandante da Polícia Militar de Goiás, coronel Silvio Benedito, afirmou estar decepcionado com a participação de militares em crimes. “Esperamos o que de policiais militares? Que sejam honestos, defensores da sociedade e não marginais”, declarou.

Além dos PMs, outros cinco agentes públicos foram detidos na Operação Resgate.

A Polícia Civil também investiga uma suposta omissão do delegado de Goianira na apuração desses delitos cometidos por militares. “Inúmeros crimes foram cometidos e nós não vimos o resultado efetivo para a admissão desses crimes e para interromper a sequência de mortes. Então, entendemos que era necessária uma correição na delegacia desse município”, afirma o diretor-geral da Polícia Civil, delegado João Carlos Gorski.


Operação Dilúvio

A Operação Dilúvio foi deflagrada em 33 cidades goianas com o apoio de 500 policiais civis. Ao todo, foram cumpridos 160 mandados de busca e apreensão e 78 de prisão. Os investigadores informaram que os produtos falsificados apreendidos lotaram um caminhão.

"São prisões temporárias de até 30 dias para que as investigações possam ser aceleradas e facilitadas a partir dos interrogatórios e da análise dos materiais apreendidos", declarou o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita. O secretário afirmou ainda que todos os fatos apurados no inquérito policial serão posteriormente apresentados ao Poder Judiciário e à Corregedoria-Geral.

Um dos destaques dessa ação, para o delegado João Carlos Gorski, é a libertação de dezenas de dependentes químicos que estavam em condição sub-humana em clínica de reabilitação irregular. Inclusive, conforme a Polícia Civil, eles eram torturados.

Os policiais também prenderam em Goiânia um homem suspeito de ser o maior ladrão de cargas de cigarro de Goiás. Ele possui vários mandatos de prisão, mas nenhum deles tinha sido cumprido.

As Operações Resgate e Dilúvio integram uma ação nacional da Polícia Civil, denominada Operação PC 27. Policiais dos 26 estados e o Distrito Federal deflagraram operações nesta quinta-feira para marcar a comemoração do Dia da Polícia Judiciária.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Pretos ou pardos são 63,7% dos desempregados no Brasil

Beyoncé é a mulher mais bem paga da música em 2017, com US$ 105 milhões

Produção agrícola brasileira sofre com má qualidade de rodovias

Prazo para renovação de contratos do Fies é prorrogado para 30 de novembro

Ex-gerente da Transpetro é preso em nova fase da Lava Jato que investiga repasse ao PT

Abertas inscrições do processo seletivo para 60 vagas na Polícia Civil de Goiás

Garoto morre após se afogar enquanto nadava no Lago Corumbá IV, em Abadiânia

Silvaniense Iranildo Espíndola participa de competição internacional de tênis de mesa paralímpico na Argentina

Ministério Público faz ação para combater regalias em presídios, em Goiás

Conselho Regional de Contabilidade promove palestra sobre a reforma trabalhista em Silvânia

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2016 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Christyano.com.br