Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 12/02/2020 08:25
   
 

  Prefeito de Santo Antônio do Descoberto é cassado

Do Mais Goiás
www.emaisgoias.com.br Foto: Sagres Online

A população de Santo Antônio do Descoberto aplaudiu a cassação do prefeito da cidade, nesta terça-feira (11), na porta do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO). De acordo com o assessor jurídico jurídico da Câmara Municipal, Bruno Pena, o TJ-GO confirmou a sentença, em primeira instância, da magistrada do município pela perda do cargo de Adolpho Von Lohrmann (MDB).

“Ele entrou com um mandado de segurança contra o processo da Câmara. A juíza de primeira instância negou, mas ele tinha conseguido por meio de apelação uma liminar de efeito suspensivo, mas com o julgamento da apelação acabou. É só dar cumprimento”, revelou o advogado.

A primeira decisão com relação ao caso é de julho de 2019 e foi assinada pela juíza Patrícia de Morais Costa Velasco. No documento, ela não acatou o argumento de Adolpho. Ele afirmava que o processo de cassação era nulo.

“[…] nenhum dos argumentos apresentados pelo impetrante levam à declaração de nulidade do processo, o qual, ao contrário do que sustentado, deve continuar, visto que não restou evidenciado o direito líquido e certo do impetrante, já que foram respeitados todos os princípios constitucionais e infraconstitucionais aplicados ao caso, especialmente a ampla defesa e o contraditório”, disse o texto.

Novo prefeito

Ainda de acordo com a assessoria jurídica da Câmara Municipal, cabe recurso da decisão, mas não há efeito suspensivo. Desta forma, a decisão já deve ser cumprida de imediato com a posse do vice-prefeito, Aleandro Olívio Caldato (PROS).

O presidente da Câmara Municipal do município, Márcio Parente (PP),afirmou em entrevista ao Mais Goiás que não será necessário que o legislativo dê posse ao novo prefeito. “Isso já foi feito em agosto. O problema é que ele [Adolpho] entrou com uma liminar e estava se mantendo no cargo por conta dela. Agora que já foi julgado, é só uma questão de comunicar a juíza local. Acredito que tudo esteja resolvido até o final do dia”, ressaltou o parlamentar.

Vale destacar que esta cassação foi feita pela Câmara do Município por irregularidades na licitação de um asfalto em R$ 40 milhões. Além disso, o chefe do executivo não teria cumprido com os repasses de uma autarquia municipal de previdência, além de não atender aos chamados da Casa de Leis e não zelar pelo município, conforme a assessoria jurídica do parlamento da cidade.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Brasil registra mais de 31 mil mortes por Covid-19

Pedidos de auxílio emergencial em análise somam 11 milhões

CCJ da Alego aprova redução de mensalidades das universidades goianas

Senado aprova congelamento de preços de remédios e de planos de saúde

Aprovado na Assembleia projeto que zera ICMS de energia elétrica em Goiás

Goiás tem 151 mortes e 4.293 casos de coronavírus

Detran volta aplicar provas de direção para CNH em Goiás

Vianópolis tem 8 casos suspeitos de Covid-19 e o número de pessoas em isolamento sobe para 127

Sobem para 14 os casos confirmados de Covid-19 em Leopoldo de Bulhões

Resultado de exame aponta que morador de Gameleira de Goiás não morreu vítima de Covid-19

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato