Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 10/10/2019 07:38
   
 

  Após sentir dores no peito, Governador de Goiás é transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo

Rodrigo Gonçalves
www.g1.com Foto: Reprodução TV Anhanguera


Após sentir dor no peito e ser internado no Hospital do Coração, em Goiânia, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), de 70 anos, foi transferido na noite desta quarta-feira (9) para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Caiado havia sido internado no Hospital do Coração no início da tarde. Segundo a assessoria de imprensa do político, ele passou por uma avaliação médica e exames, que descartaram infarto. Entre os procedimentos foi realizado um cateterismo.

Segundo nota divulgada pela equipe do governador, às 19h23, o quadro clínico dele “seguia estável, mas, por decisão da família", ele ficará no Hospital Sírio-Libanês.

A nota informa ainda que a transferência foi para a realização de “nova bateria de exames, sob os cuidados da Dra. Ludhmila Abrahão Hajjar, médica que o acompanha há mais de dez anos”.

Observado por uma equipe médica, o governador deixou o Hospital do Coração em uma ambulância. Um forte esquema de segurança foi montado para evitar que Caiado fosse visto na saída da unidade. Biombos e lençóis foram usados como uma barreira de proteção.

Na Unidade Móvel de Terapia Intensiva (UTI), ele seguiu para o aeroporto de Goiânia. No local, uma aeronave já o aguardava para o encaminhamento até São Paulo.

Segundo a assessoria, Caiado estava trabalhando quando sentiu a dor. Ele passou mal no Palácio das Esmeraldas, sede oficial do governo.

A nota divulgada durante a tarde pelo governo informava que o “governador está bem, tem quadro estável e está consciente”. Em uma rede social do político, a equipe dele postou, antes da transferência, que os exames mostraram que ele não teve nada grave e que ele deveria ter alta nesta quinta-feira.

Em nota, o Hospital do Coração de Goiás disse que Caiado “chegou à unidade como o quadro de mal estar inespecífico, e optou-se pela internação hospitalar para a realização de exames laboratoriais e de imagem, que descartaram a hipótese de infarto agudo do miocárdio”.

A primeira-dama, Gracinha Caiado, acompanha o governador. Ela adiou uma viagem que tinha nesta quarta-feira para Roma, onde participaria de reuniões na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO/ONU).



 
   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Congresso se articula contra o fim do DPVAT

Desmatamento na Amazônia cresce 29,5% em um ano, apontam dados do Inpe

Mais de 823 mil aderem ao saque-aniversário do FGTS em 2020

Senado estuda Projeto de Lei favorável à prisão após segunda instância

Óleo já atingiu pelo menos 675 áreas de 116 cidades, informa Ibama

Organização social abre inscrições de processo seletivo com 586 vagas para 3 hospitais públicos de Goiás

Projeto que rescinde contrato com a Enel Goiás é apresentado na Assembleia Legislativa

TCE aponta mais de 1,7 mil irregularidades na folha de pagamento de cinco órgãos do governo de Goiás

Operação do Ministério Público de Goiás desmantela esquema de emissão fraudulenta de certificados pelo Corpo de Bombeiros

Carro da Prefeitura de Silvânia é apreendido por irregularidades no transporte de material hospitalar

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato