Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 16/05/2019 07:18
   
 

  Estudantes e professores da UEG protestam pelas ruas de Silvânia

Célio Silva
Da Redação Foto: Redes Sociais

Estudantes e professores do Campus da UEG saíram pelas ruas de Silvânia em protesto na noite desta quarta-feira, 15 de maio. A manifestação começou em frente ao Campus, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, e percorreu ruas e avenida da cidade. Com faixas, cartazes e palavras de ordem, estudantes e professores chamavam a atenção dos moradores de Silvânia sobre a situação do Campus.

A comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Goiás (UEG) está preocupada com a possibilidade de extinção do Campus de Silvânia. Um relatório da Comissão de Redesenho da Universidade, entregue à reitoria no início de maio, sugere discussão sobre a continuidade de 57 cursos e 15 unidades da instituição de ensino superior goiana.

A comissão foi instalada em fevereiro de 2019 e tem como objetivo analisar a viabilidade de reduzir o custo financeiro da UEG, que oferece atualmente 150 cursos espalhados por vários campus em diversas regiões de Goiás. O relatório sugere análise detalhada sobre a permanência e não retorno de cinco cursos que estão suspensos devida a avaliação obtida no Enade, entre eles o de Geografia no Campus da UEG em Pires do Rio.

O documento ainda aponta uma relação de 30 cursos superiores oferecidos pela Universidade que estariam ameaçados e deveriam ter a permanência rediscutida. Entre estes cursos, estão o de História em Pires do Rio e os de Pedagogia e Administração, no Campus da UEG em Silvânia.

A comissão ainda apontou, em seu relatório, análise sobre a situação das 57 unidades da Universidade Estadual de Goiás e sugeriu que sejam rediscutidas a existência de 15 Campus, entre eles o de Silvânia.

Com relação aos Campus o documento levou em conta quatro critérios: unidade sem sede própria, com menos de três cursos, com menos de 25% de professores efetivos e por fim os localizados em cidades com menores populações. Além de Silvânia a comissão de redesenho da Universidade Estadual de Goiás sugere estudo sobre a permanência da unidades de São Miguel do Araguaia, Campos Belos, Crixas, Edéia, Niquelândia, Pirenópolis, Sanclerlândia, Goianésia, Itapuranga, Jataí, Jussara, Mineiros, Senador Canedo e Minaçu.

O relatório da comissão será submetido à análise de administração e do Conselho Universitário da UEG. Para ter efeito no orçamento da instituição do próximo ano, é necessária uma tomada de decisão até a publicação do edital de convocação do vestibular 2020, que deve ocorrer entre os meses de agosto de setembro.

Encontro com o governador Ronaldo Caiado 

Na segunda-feira, 13 de maio, após  inauguração do Quartel do Corpo de Bombeiros de SIlvânia, um grupo de professores e alunos da UEG se reuniu com o Governador Ronaldo Caiado. No encontro, o governador afirmou que constitucionalmente, não tem poder para interferir na gestão da Universidade Estadual de Goiás, que tem autonomia. Ele explicou que a ele cabe cumprir a lei e repassar, mensalmente, 2% da receita estadual para a UEG.

Caiado completou que, ao longo dos últimos anos, a UEG sofreu ingerência política o que inviabilizou a qualidade acadêmia. Segundo ele, cabe a própria UEG fazer a reforma em sua estrutura e sem a interferência do governo e do governador de Goiás.

História

A Faculdade de Ciências Agrárias e Letras Padre Lobo, de Silvânia, foi criada em 1997 por Decreto do então governador do Estado Íris Resende, ainda como unidade da Uniana – Universidade Estadual de Anápolis, transformada depois em Universidade Estadual de Goiás pelo governador Marconi Perillo. Em 2001, começou a funcionar com o projeto de formação de professores, a Parcelada de Pedagogia. O primeiro curso regular foi o de Licenciatura em Informática, no ano de 2005. Posteriormente, foi implantado o curso de Administração e mais recentemente, o de Pedagogia. Hoje, o Campus Silvânia da UEG conta com quatro turmas de Administração e quatro de Pedagogia. São 37 funcionários, sendo 19 do corpo docente e 17 administrativos.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Acidentes de trânsito ferem mais de 400 pessoas por dia, no País

Governo autoriza o dobro de nomeações de aprovados no concurso da Polícia Federal

ProUni abre inscrições no dia 11 de junho para bolsas no 2º semestre

Theresa May renuncia ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido

PRF apreende carga de cigarro irregular avaliada em R$ 4 milhões, em Jataí

Administração em Ação oferece vários serviços gratuitos para a população neste sábado na UEG de Silvânia

Servidores da Secretaria Estadual de Educação são suspeitos de fraudar obras de escolas em Goiás

Coopersil de Silvânia comemora 20 anos de fundação

Aeronave do GRAER faz policiamento preventivo na 47ª Companhia da Polícia Militar

Previ Cidade de Silvânia encerra atividades

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web