Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 16/01/2019 09:55
   
 

  Ministério do Meio Ambiente suspende convênios e parcerias com ONGs por três meses

G1
www.g1.com Foto: Reprodução TV Globo


O Ministério do Meio Ambiente suspendeu todos os convênios e parcerias com Organizações Não Governamentais (ONGs) pelos próximos três meses.

O objetivo da decisão do ministro Ricardo Salles, de acordo com a pasta, é levantar quanto foi pago às ONGs no ano passado. O ministro também determinou que, daqui para frente, tudo o que for relacionado a ONGs passe por avaliação dele.

De acordo com o ministério, com base nesse levantamento, o ministro vai decidir quais convênios e parcerias terão continuidade.

Pela decisão do ministro ficam suspensos por três meses os convênios e parcerias, incluindo termos de colaboração com ONGs firmados com os fundos administrados pelo ministério, também pelo Ibama, ICMbio e o Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Esses contratos e parcerias do Ministério do Meio Ambiente são nas áreas de recuperação florestal, gestão ambiental e segurança alimentar nas comunidades indígenas, e agroextrativismo.

No início do mês, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória determinando que a Secretaria de Governo monitore e supervisione ONGs e organismos internacionais.

Reação

ONGs ligadas à pasta reagiram à medida. Para as organizações, a decisão do ministro é ilegal e pode causar descontinuidade na gestão ambiental.

A ONG Observatório do Clima divulgou nota assinada em conjunto com outras oito entidades. "Fere o princípio da legalidade e levanta, sem elementos mínimos de prova, dúvidas sobre a idoneidade da sociedade civil", afirma.

A nota afirma, ainda, que a medida só poderia ser tomada depois da abertura de processo administrativo, e que vai causar descontinuidade na gestão ambiental federal.


   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  A uma semana do fim do prazo, 12 milhões não enviaram declaração do Imposto de Renda

Caiado sanciona lei que regulamenta vaquejada como atividade cultural em Goiás

Procura por vacinação contra gripe em Goiás é baixa, diz Secretaria Estadual de Saúde

Governo de Goiás anuncia regras para vacinação contra aftosa em maio

Quartel do Corpo de Bombeiros de Silvânia deve ser entregue em maio

Homem é assassinado a golpes de foice em Bela Vista de Goiás

Agrotóxicos estão presentes na água de mais de mil cidades brasileiras

Mulher morre no hospital e número de mortos em Muzema sobe para 24

Dados sigilosos sobre Previdência ameaçam votação nesta terça na CCJ

CCJ da Câmara deve votar hoje relatório da reforma da Previdência

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web