Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 11/01/2019 09:44
   
 

  Preço da cesta básica subiu em todas as capitais pesquisadas pelo Dieese

Cintia Moreira - Agência do Rádio
Da Redação Foto: Ceará Agora

O preço da cesta básica subiu nas 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, no ano passado.

Entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, as maiores altas ocorreram em Campo Grande (15,46%), Brasília (14,76%) e Belo Horizonte (13,03%). As menores foram registradas em Recife (2,53%) e Natal (3,09%).

Os itens da cesta que mais aumentaram de preço foram: o leite integral, o tomate, o pão francês, a carne bovina de primeira, o arroz agulhinha e a batata. Segundo a supervisora de preços do Dieese, Patrícia Lino Costa, é preciso olhar com atenção para esses aumentos, pois esses são itens básicos da alimentação.

“Esses itens que subiram, eles subiram muito acima da inflação. Então, é preciso olhar com atenção para esse aumento, porque esses alimentos da cesta básica são básicos para a família de baixa renda, eles são importantes. Então é preciso olhar com cuidado para esses aumentos e pensar políticas que aumentem o poder de compra do salário ou que permitam que o preço não suba tanto, para que essas famílias não sejam tão prejudicadas com esses aumentos.”

Já as maiores quedas de preços foram registradas no café em pó e no açúcar.

Vale ressaltar que, em novembro e dezembro do ano passado, o preço da batata subiu em todas as capitais analisadas. O motivo foi o clima seco, que prejudicou a produção no centro-sul do Brasil. Já o preço da carne bovina de primeira, que está em período de entressafra e bateu recorde de exportação, subiu em 15 cidades.

Mensalmente, o Dieese calcula o valor do salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Este cálculo é feito com base na cesta mais cara do país, que em dezembro foi a de São Paulo. Segundo a instituição, o valor da cesta básica deveria ser de R$ 3.960,57, o que significa mais de 4 vezes o salário mínimo vigente em dezembro.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Agropecuária lidera criação de empregos no mês de julho em Goiás

Pastoral da Moradia da Paróquia de Silvânia comemora entrega da 200ª casa

Operação da Polícia Civil de Goiás recupera 260 cabeças de gado após suspeito pagar com cheque sem fundo

Operação prende 41 pessoas por organização criminosa em Goiás

Novo bispo assume Diocese de Ipameri neste sábado

Operação contra tráfico de drogas e armas prende mais de 40 pessoas em Goiás

Governo abre estudos para privatizar Correios e mais oito estatais

Violência doméstica: agressor deverá ressarcir custos do SUS, aponta projeto de lei aprovado

Câmara aprova projeto que amplia posse de arma em propriedade rural

Começa vacinação contra o sarampo para crianças menores de um ano

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web