Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 11/01/2019 09:44
   
 

  Preço da cesta básica subiu em todas as capitais pesquisadas pelo Dieese

Cintia Moreira - Agência do Rádio
Da Redação Foto: Ceará Agora

O preço da cesta básica subiu nas 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, no ano passado.

Entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, as maiores altas ocorreram em Campo Grande (15,46%), Brasília (14,76%) e Belo Horizonte (13,03%). As menores foram registradas em Recife (2,53%) e Natal (3,09%).

Os itens da cesta que mais aumentaram de preço foram: o leite integral, o tomate, o pão francês, a carne bovina de primeira, o arroz agulhinha e a batata. Segundo a supervisora de preços do Dieese, Patrícia Lino Costa, é preciso olhar com atenção para esses aumentos, pois esses são itens básicos da alimentação.

“Esses itens que subiram, eles subiram muito acima da inflação. Então, é preciso olhar com atenção para esse aumento, porque esses alimentos da cesta básica são básicos para a família de baixa renda, eles são importantes. Então é preciso olhar com cuidado para esses aumentos e pensar políticas que aumentem o poder de compra do salário ou que permitam que o preço não suba tanto, para que essas famílias não sejam tão prejudicadas com esses aumentos.”

Já as maiores quedas de preços foram registradas no café em pó e no açúcar.

Vale ressaltar que, em novembro e dezembro do ano passado, o preço da batata subiu em todas as capitais analisadas. O motivo foi o clima seco, que prejudicou a produção no centro-sul do Brasil. Já o preço da carne bovina de primeira, que está em período de entressafra e bateu recorde de exportação, subiu em 15 cidades.

Mensalmente, o Dieese calcula o valor do salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Este cálculo é feito com base na cesta mais cara do país, que em dezembro foi a de São Paulo. Segundo a instituição, o valor da cesta básica deveria ser de R$ 3.960,57, o que significa mais de 4 vezes o salário mínimo vigente em dezembro.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Ministério do Meio Ambiente suspende convênios e parcerias com ONGs por três meses

Inep divulga notas do Enem na sexta-feira

Três são presos em Pires do Rio acusados de tráfico de drogas

Mais de 62 milhões de brasileiros terminaram 2018 com CPF negativado, aponta CNDL/SPC Brasil

Brasil é o segundo país no mundo com maior número de casos de hanseníase

Bolsonaro assina decreto e facilita posse de armas no Brasil

Motorista de aplicativo é preso suspeito de estuprar passageira e anotar perfil de rede social no corpo da vítima, em Goiânia

Prefeitura de Vianópolis mantém início das aulas na rede municipal de ensino para o dia 21 de janeiro

Início das aulas na rede municipal de ensino de Gameleira de Goiás é adiado para o dia 30 de janeiro

Justiça de Goiás nega habeas corpus e mantém João de Deus preso

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web