Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 07/11/2018 10:35
   
 

  Justiça condena dez pessoas por desvios de mais de R$ 1 milhão de recursos para tratamento contra o câncer em Goiás

Sílvio Túlio, G1 GO
www.g1.com Foto: Reprodução TV Anhanguera


A juíza Suelenita Soares Correia condenou dez pessoas por envolvimento em desvios de recursos da Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG), mantenedora do Hospital Araújo Jorge, situado em Goiânia, e referência em tratamento oncológico no estado. Segundo a denúncia, um desdobramento da Operação Biópsia, deflagrada em 2012, os valores ultrapassam R$ 1 milhão. Cabe recurso da decisão.

Entre os condenados, estão a ex-presidente da ACCG, Criseide Castro Dourado (61 anos de prisão em regime fechado), o ex-secretário de Saúde de Goiânia, Paulo Rassi (7 anos no semiaberto), e seu ex-assessor e atual secretário de Saúde de Aparecida de Goiânia, Alessandro Leonardo Alveares Magalhães (4 anos e seis meses no semiaberto).

Criseide foi condenada por formação de quadrilha (2 vezes), peculato doloso (10 vezes), lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Já Rassi respondeu por dispensa ilegal de licitação e peculato doloso. Por fim, Magalhães foi condenado por peculato doloso.

A magistrada autorizou todos os condenados a recorrerem do processo em liberdade.

Esquemas

De acordo com a denúncia, a partir de 2008, parte dos condenados se uniram de forma organizada com o intuito de, até 2010, "cometerem crimes contra a Administração Pública" dentro da ACCG e do Araújo Jorge. Eles também terão que devolver os valores desviados com correção.

Conforme a investigação, os desvios ocorreram em três grandes esquemas. O primeiro deles está relacionado a assessorias e consultas. A juíza explica que ele consiste em desviar recursos por meio da "emissão de notas relativas à falsa prestação de assessorias e criação de processos de compra compromisso que culminavam".

Neste contexto, as provas constataram que o serviço de assessoria de uma empresa atuante na área de materiais médicos teria sido contratado, mas nunca realizado.

O outro esquema foi denominado de "Glivec", que é o nome de um medicamento quimioterápico. Segundo a investigação, para desviar recursos, eram emitidas notas relativas ao pagamento do produto, sem que o mesmo fosse entregue.

A magistrada destaca que um dos lotes mencionados em determinada nota fiscal sequer fora produzido.

Por fim, é detalhado o esquema do "Soro Fisiológico". Consta que o foi desviado recurso empenhado para a suposta compra produto que, assim como nos outros casos, não foi entregue.

Neste caso, o então secretário de Saúde, Paulo Rassi, teria dispensado licitação para a aquisição do soro. Tal manobra, aponta o documento, gerou prejuízo ao município, uma vez que o valor foi superfaturado.

Além disso, em 2009, ele apresentou projeto para adquirir 280 mil unidades de soro fisiológico, sendo que, nos anos seguintes, o maior número estipulado para este item era de 20 mil frascos.


   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Rede Estadual de Educação abre matrículas na segunda-feira

Operação da Polícia Civil de Goiás prende 58 criminosos ligados ao PCC

Ministro da Saúde garante liberação de restante do recurso para conclusão da reforma do Hospital Nosso Senhor do Bonfim

Mais de 22 mil jovens infratores estão sob regime de internação no País, diz CNJ

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa

Risco da febre amarela se aproxima e Ministério da Saúde alerta para a vacinação

Seminário sobre o cultivo de frutas nobres será realizado nesta quarta-feira em Silvânia

Ex-ministro Joaquim Levy será presidente do BNDES no governo Bolsonaro

Anulada questão de matemática do Enem por ser repetida; MEC vai apurar

STJ manda soltar Joesley e executivos da J&F presos na Operação Capitu

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web