Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 11/10/2018 08:08
   
 

  Marconi Perillo passa 1ª noite preso na sede da Polícia Federal, em Goiânia

Murillo Velasco
www.g1.com Foto: Reprodução TV Globo


O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB), preso preventivamente enquanto prestava depoimento no âmbito da Operação Cash Delivery, que apura pagamento de R$ 12 milhões de propina pela Odebrecht para campanhas políticas, passou a primeira noite na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Goiânia. Segundo o advogado dele, Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay, Perillo dormiu em “sala”, e não em “cela”.

No depoimento de Marconi à polícia, obtido pela TV Anhanguera, ele disse que todas as doações às campanhas políticas das quais participou foram legais. A defesa afirma que pediu o cancelamento da audiência de custódia, por conta da falta de perspectiva de que a Justiça concedesse liberdade ao ex-governador durante a sessão.

“Evidentemente, o juiz que tivesse dado a prisão preventiva, do meu ponto de vista ilegal, desfundamentada e injusta, ele não ia soltar o Marconi na audiência de custódia, então nós fizemos isso para preservar a imagem dele. Evidentemente ele concordou com isto, a delegada concordou, nós fizemos um pedido, o juiz deferiu”.

Marconi Perillo (PSDB) foi preso nesta quarta-feira (10) enquanto prestava depoimento à Polícia Federal, em Goiânia. O ex-governador tinha depoimento marcado para as 15h, mas teria chegado duas horas mais cedo e entrado pelos fundos para evitar os jornalistas.

Segundo a defesa de Perillo, ele "recebeu o decreto de prisão quando estava iniciando o seu depoimento [...] e optou por manter o depoimento por ser o principal interessado no esclarecimento dos fatos".


   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Paulo Vieira de Souza, operador financeiro ligado ao PSDB, é preso na 60ª fase da Lava Jato

João de Deus e mulher responderão por posse ilegal de arma

Adolescentes invadem loja e fazem 14 pessoas reféns em Goiânia

Justiça de Goiás decreta prisão temporária do prefeito de Castelândia

Goiás atinge 100% dos imóveis cadastrados no CAR

Promotor recomenda suspender novas escolas padrão século 21 em Goiás até apuração sobre superfaturamento

Issy Quinan vai ao comando da PM reivindicar 190 em Vianópolis

Procurador de Silvânia e Gameleira de Goiás é reeleito para presidir Comissão de Educação da OAB Goiás

MP e Prefeitura iniciam entendimentos para processo seletivo em Gameleira de Goiás

Governo de Goiás prorroga dois convênios do Goiás na Frente em Gameleira de Goiás

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web