Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 22/05/2018 09:49
   
 

  Com presença de ministro, Universidade Federal de Catalão é inaugurada

Márcia Sousa, com informações do portal Mais Sudeste
Da Redação Foto: Divulgação

O ministro da Educação, Rossieli Soares, anunciou nesta segunda-feira, 21, a criação da Universidade Federal de Catalão (UFCat), por desmembramento do campus Catalão, da Universidade Federal de Goiás (UFG).

“Estamos aqui porque acreditamos que a educação é o melhor caminho para o Brasil. E a Universidade Federal de Catalão é o melhor caminho para dar o contexto local, respeitando aquilo que Catalão realmente precisa”, completou o ministro.

A Lei que determina a criação da nova universidade (Lei nº 13.634) foi publicada em 20 de março de 2018. O campus de Catalão da UFG, constituído das unidades 1 e 2, passa a integrar a UFCat, incluindo a transferência automática de seus cursos, alunos regularmente matriculados e cargos.

“A UFCat vai ter um foco muito ligado ao contexto local, ao contexto da comunidade, a economia que é muito pujante nessa região e ter, então, a universidade com a sua identificação”, disse Rossieli Soares. “Para o Governo Federal, incentivar isso é fundamental, especialmente, pelo ensino superior que traz desenvolvimento junto com todo o restante das áreas econômicas da região.”

Segundo o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, a criação da UFCat é uma conquista que vem com a marca da união entre a UFCat e a UFG. “Esse é um projeto que traz esperança para uma quantidade inimaginável de jovens desta região e de todo o país, que hoje já vem estudar aqui. Tudo em busca de uma universidade mais forte”, disse o reitor.

A UFCat já nasce com 35 anos de experiência no ensino, pesquisa e extensão, com cerca de 3.500 alunos, pouco mais de 450 servidores efetivos, cerca de 130 servidores terceirizados, além de 28 cursos de graduação, 10 mestrados e dois doutorados.

O prefeito da cidade, Adib Elias, observou que a cidade tem uma economia importante, um comércio crescente, uma pecuária e uma agricultura grande e uma localização privilegiada. “Quando o jovem passa no vestibular e vem morar aqui, isso acaba transformando essa grande instituição de ensino também em uma indústria importante para a cidade”, afirmou Adib Elias.

Curso de Medicina

O ministro Rossieli Soares aproveitou a oportunidade para lançar a pedra fundamental da construção do prédio da saúde que abriga o Curso de Medicina da universidade. O custo estimado para construção do local, para o curso de medicina, é de aproximadamente R$ 8.850.000,00. A previsão é de que o curso inicie suas atividades em 2019. “Nós hoje estamos aqui simbolicamente dando início a construção do prédio da área de saúde, especificamente o prédio que vai abrigar o curso de medicina aqui em Catalão. O que sempre é um grande sonho da população”, disse o ministro.

O senador Ronaldo Caiado (DEM/GO) lembrou o papel do ex-ministro Mendonça Filho para que a universidade tivesse o curso de medicina. “Com trabalho árduo, ele teve papel importantíssimo para a autorização do curso de medicina aqui”, elogiou. Já o senador Wilder Morais (DEM/GO) lembrou que veio de uma família humilde e que, se não fosse a educação, ele não estaria ali hoje como senador da República. “Me orgulho muito de lutar no Senado Federal pelas causas da educação”, disse.

O edifício contará com 2.680 m² e será composto por laboratório de técnicas operatórias, laboratórios de habilidades médicas, auditório de 100 lugares, salas de tutoria, laboratório multidisciplinar, salas de professores, salas de coordenação, secretarias, cantina, fotocopiadora e banheiros.

IF Goiano

Continuando o dia proveitoso para a cidade, que recebeu mais desenvolvimento, mais educação e mais crescimentos em todos os sentidos, após a doação de uma área de 11 mil e 200 metros quadrados no valor de cerca de R$ 2 milhões por parte da Prefeitura, foi lançada a Pedra Fundamental de construção da sede própria do IG Goiano de Catalão. A solenidade marcou o início das obras que devem custar em média R$ 10 milhões. Desse valor, R$ 4 milhões já foram doados pelo MEC – Ministério da Educação e Cultura. O resultado será uma educação com mais qualidade para os jovens de Catalão.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Índia já registra 370 mortes devido à pior inundação nos últimos 80 anos

Paraquedista cai em rodovia e morre atropelado por carreta

Falta de recursos federais ameaça próximo censo demográfico do IBGE

Quatro presos são encontrados mortos em penitenciária do Rio Grande do Norte

Governo enviará 120 militares e 36 voluntários da saúde para Roraima após violência na fronteira com a Venezuela

Homem é preso suspeito de atear fogo em apartamento após brigar com a mulher em Aparecida de Goiânia

Brasil atinge só 40% da meta após dia D da vacinação contra sarampo e pólio

Organização Social abre processo de seleção para preencher 417 vagas para trabalhar em hospitais da Grande Goiânia

Morre Kofi Annan, primeiro Secretário-Geral negro da ONU

Decreto proíbe cobrança por cadeira de roda em viagem rodoviária

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web