Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 22/05/2018 09:22
   
 

  PF deflagra operação contra fraudes de R$ 500 mil no Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal em Goiás e Minas Gerais

Murillo Velasco
www.g1.com Foto: Alexandre Parrode / Jornal Opção

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (22), em Goiás e Minas Gerais, a Operação Anzol Sem Ponta, que apura fraudes na concessão do Seguro-Desemprego do Pescador Profissional Artesanal (SDPA), conhecido como "Seguro-Defeso". Segundo a corporação, investigação aponta que o esquema gerou prejuízo de mais de R$ 500 mil aos cofres públicos.

Conforme a corporação, pessoas jurídicas, associações e colônias de pescadores forneciam documentos registrando como pescadores pessoas que não trabalhavam com a atividade pesqueira e não tinham nenhum requisito legal para receber o benefício.

A operação cumpre 3 mandados de prisão temporária e 46 mandados de busca e apreensão, em Itumbiara e Cachoeira Dourada, ambas na região sul de Goiás, e Centralina e Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Todos os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Goiás.

Segundo a PF, a ação conta com a participação de 270 policiais federais, além de sete servidores da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (Coinp) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.

Os investigados foram indiciados pelos crimes de associação criminosa, estelionato qualificado, falsidade ideológica, uso de documento falso e corrupção ativa e passiva. As penas chegam a 12 anos de prisão.

O trabalho de investigação começou em 2016, por meio de uma força-tarefa da PF com a Coinp, do Ministério da Fazenda. O grupo apurava crimes de falsidade documental, estelionato previdenciário, entre outros ilícitos.

"Anzol Sem Ponta"

Conforme a Polícia Federal, o nome da operação, Anzol Sem Ponta, faz alusão ao grupo que era investigado, uma vez que anzol sem ponta não existe e, caso existisse, poderia ser utilizado por quem não é pescador.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Cerca de 85% das delegacias brasileiras não possuem servidores suficientes para realizar suas atividades

Polícia rodoviária terá mais seis unidades operacionais em Goiás

Não temos solução pronta para fake news, diz presidente do TSE

PF abre inquérito para investigar envio de mensagens no WhatsApp durante eleição

Assembleia Legislativa de Goiás deve divulgar edital de concurso nos próximos dias

Justiça Eleitoral suspende uma das rotas do transporte de eleitores em Silvânia para o segundo turno

Sedentarismo: 12% das mortes por câncer de mama são evitáveis

WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas

Aplicação de provas do Enem 2018 terá quatro fusos horários diferentes

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web