Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 22/05/2018 09:11
   
 

  Caminhoneiros seguem bloqueando distribuidoras de combustíveis e rodovias em Goiás contra alta no preço diesel

Murillo Velasco, G1 GO
www.g1.com Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal

O protesto de caminhoneiros contra a alta no preço do diesel segue bloqueando, nesta terça-feira (22), distribuidoras de combustíveis e trechos de rodovias em Goiás (veja pontos de interdição abaixo). O ato, que é realizado em todo o país, também cobra a aprovação de uma lei que cria um valor mínimo para o frete para categoria.

De acordo com Vantuir José Rodrigues, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos do Estado de Goiás (Sinditac-GO), a mobilização da categoria continua nesta terça-feira com o objetivo de chamar atenção do governo e da sociedade civil para a situação dos preços dos combustíveis no país.

O presidente do sindicato revelou que o governo já tem dado sinais de negociação com as reivindicações dos caminhoneiros.

“O protesto na distribuidora continua, provavelmente a gente vai discutir novos pontos de interdição. Estamos chamando atenção de todos para a questão do preço do diesel, que compromete completamente o nosso trabalho. Parece que agora, com os nossos atos, o governo está começando a se mover para encontrar uma solução”.

manifestação começou na segunda-feira (21) e cobra a aprovação do Projeto de Lei 528, que estabelece um o piso para o frete de combustíveis no país. Além disto, a categoria reivindica a redução no preço do óleo diesel e a criação de uma tabela compensatória, que pague aos motoristas por km rodado.

"A gente quer uma tabela compensatória de, por exemplo, R$ 0,70 o km rodado por eixo, mais a excedente de peso", disse o diretor financeiro do Sinditac, Jaci Alves.

Bloqueio em rodovias

A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, nesta terça-feira, que pelo menos dez pontos em rodovias que passam por Goiás seguiam interditados. Segundo o presidente do sindicato, a previsão é que novos trechos sejam ocupados no decorrer do dia.

“Não queremos causar transtornos na cidade, mas precisamos de algumas ações para que olhar seja voltado para a causa que é de todos os motoristas que abastecem e estão insatisfeitos com o preço pago pelo produto”, disse Vantuir.

Os bloqueios são exclusivamente para caminhões. Carros de passeio, ônibus e veículos que transportam cargas perecíveis são liberados em todos os pontos de interdição.

PONTOS DE INTERDIÇÃO:

BR-050 – três pontos no trecho de Catalão

BR-060 – um ponto em Rio Verde

BR-153 - dois pontos em Aparecida de Goiânia e um Itumbiara

BR-158 – trecho no município de Caiapônia

BR-364 - um ponto em Jataí

BR-414 - um ponto em Niquelândia

BR-452 - um ponto em Bom Jesus de Goiás

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Inscritos no Enem já podem checar local de provas

Cerca de 85% das delegacias brasileiras não possuem servidores suficientes para realizar suas atividades

Polícia rodoviária terá mais seis unidades operacionais em Goiás

Não temos solução pronta para fake news, diz presidente do TSE

PF abre inquérito para investigar envio de mensagens no WhatsApp durante eleição

Assembleia Legislativa de Goiás deve divulgar edital de concurso nos próximos dias

Justiça Eleitoral suspende uma das rotas do transporte de eleitores em Silvânia para o segundo turno

Sedentarismo: 12% das mortes por câncer de mama são evitáveis

WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas

Aplicação de provas do Enem 2018 terá quatro fusos horários diferentes

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web