Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 22/05/2018 09:11
   
 

  Caminhoneiros seguem bloqueando distribuidoras de combustíveis e rodovias em Goiás contra alta no preço diesel

Murillo Velasco, G1 GO
www.g1.com Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal

O protesto de caminhoneiros contra a alta no preço do diesel segue bloqueando, nesta terça-feira (22), distribuidoras de combustíveis e trechos de rodovias em Goiás (veja pontos de interdição abaixo). O ato, que é realizado em todo o país, também cobra a aprovação de uma lei que cria um valor mínimo para o frete para categoria.

De acordo com Vantuir José Rodrigues, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos do Estado de Goiás (Sinditac-GO), a mobilização da categoria continua nesta terça-feira com o objetivo de chamar atenção do governo e da sociedade civil para a situação dos preços dos combustíveis no país.

O presidente do sindicato revelou que o governo já tem dado sinais de negociação com as reivindicações dos caminhoneiros.

“O protesto na distribuidora continua, provavelmente a gente vai discutir novos pontos de interdição. Estamos chamando atenção de todos para a questão do preço do diesel, que compromete completamente o nosso trabalho. Parece que agora, com os nossos atos, o governo está começando a se mover para encontrar uma solução”.

manifestação começou na segunda-feira (21) e cobra a aprovação do Projeto de Lei 528, que estabelece um o piso para o frete de combustíveis no país. Além disto, a categoria reivindica a redução no preço do óleo diesel e a criação de uma tabela compensatória, que pague aos motoristas por km rodado.

"A gente quer uma tabela compensatória de, por exemplo, R$ 0,70 o km rodado por eixo, mais a excedente de peso", disse o diretor financeiro do Sinditac, Jaci Alves.

Bloqueio em rodovias

A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, nesta terça-feira, que pelo menos dez pontos em rodovias que passam por Goiás seguiam interditados. Segundo o presidente do sindicato, a previsão é que novos trechos sejam ocupados no decorrer do dia.

“Não queremos causar transtornos na cidade, mas precisamos de algumas ações para que olhar seja voltado para a causa que é de todos os motoristas que abastecem e estão insatisfeitos com o preço pago pelo produto”, disse Vantuir.

Os bloqueios são exclusivamente para caminhões. Carros de passeio, ônibus e veículos que transportam cargas perecíveis são liberados em todos os pontos de interdição.

PONTOS DE INTERDIÇÃO:

BR-050 – três pontos no trecho de Catalão

BR-060 – um ponto em Rio Verde

BR-153 - dois pontos em Aparecida de Goiânia e um Itumbiara

BR-158 – trecho no município de Caiapônia

BR-364 - um ponto em Jataí

BR-414 - um ponto em Niquelândia

BR-452 - um ponto em Bom Jesus de Goiás

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Índia já registra 370 mortes devido à pior inundação nos últimos 80 anos

Paraquedista cai em rodovia e morre atropelado por carreta

Falta de recursos federais ameaça próximo censo demográfico do IBGE

Quatro presos são encontrados mortos em penitenciária do Rio Grande do Norte

Governo enviará 120 militares e 36 voluntários da saúde para Roraima após violência na fronteira com a Venezuela

Homem é preso suspeito de atear fogo em apartamento após brigar com a mulher em Aparecida de Goiânia

Brasil atinge só 40% da meta após dia D da vacinação contra sarampo e pólio

Organização Social abre processo de seleção para preencher 417 vagas para trabalhar em hospitais da Grande Goiânia

Morre Kofi Annan, primeiro Secretário-Geral negro da ONU

Decreto proíbe cobrança por cadeira de roda em viagem rodoviária

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web