Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 15/05/2018 07:25
   
 

  Estudo aponta que Goiás é 2º estado com maior número de pontos críticos de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais

Vanessa Martins, G1 GO
www.g1.com Foto: Google Imagens


O Mapeamento dos Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Federais (Mapear) apontou que Goiás é o segundo estado do Brasil com o maior número de pontos críticos de exploração sexual de crianças e adolescentes nas BRs. O estudo aponta que há 55 locais críticos para os abusos nas rodovias que cortam o estado.

Goiás também é o segundo com o maior número de municípios com esses pontos críticos, que são 28 no total, representando 11% do total do Brasil. Conforme o levantamento, o estado tem “aproximadamente 2.838,7 quilômetros de malha viária federal”.

Esses pontos críticos são definidos pela equipe de pesquisa como locais “que possuem a maior possibilidade de ocorrência de exploração sexual de crianças e adolescentes”.

O levantamento foi feito pela Childhood Brasil, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que busca a proteção de crianças e adolescentes contra a exploração sexual. A ação foi feita em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que informou os locais onde foram identificados pontos vulneráveis.

Conforme a pesquisa, os dados foram levantados por “policiais rodoviários federais durante as rondas nas rodovias” através de um aplicativo. “A partir das respostas inseridas, o programa calcula e subdivide os pontos por nível de criticidade, consolida as informações em gráficos e permite a filtragem dos pontos para estudo detalhado”.

Ainda segundo o levantamento, o estado de Goiás teve 185 pontos de exploração no total, o que representou um aumento de 5% no número de registros de locais de vulnerabilidade em comparação à mesma pesquisa feita entre 2013 e 2014, quando a quantia era de 175. Esses “pontos” são frequentemente postos de combustíveis, bares, casas de shows, pontos de alimentação e hospedagem, entre outros.

A proposta das entidades a partir da pesquisa é concentrar nesses locais as ações de combate à exploração. A pesquisa também “visa à ampliação e o fortalecimento das ações de enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes”, segundo o levantamento.


   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Ministério do Meio Ambiente suspende convênios e parcerias com ONGs por três meses

Inep divulga notas do Enem na sexta-feira

Três são presos em Pires do Rio acusados de tráfico de drogas

Mais de 62 milhões de brasileiros terminaram 2018 com CPF negativado, aponta CNDL/SPC Brasil

Brasil é o segundo país no mundo com maior número de casos de hanseníase

Bolsonaro assina decreto e facilita posse de armas no Brasil

Motorista de aplicativo é preso suspeito de estuprar passageira e anotar perfil de rede social no corpo da vítima, em Goiânia

Prefeitura de Vianópolis mantém início das aulas na rede municipal de ensino para o dia 21 de janeiro

Início das aulas na rede municipal de ensino de Gameleira de Goiás é adiado para o dia 30 de janeiro

Justiça de Goiás nega habeas corpus e mantém João de Deus preso

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web