Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 07/12/2017 09:33
   
 

  Procon Goiânia aplica multas de R$ 12 milhões a empresas telefônicas

Do Mais Goiás
www.emaisgoias.com.br Foto: Mais Goiás

As quatro principais operadoras de telefonia celular, Claro, Oi, Tim e Vivo, foram multadas nesta terça-feira (5), pelo Procon Goiânia em cerca de R$ 12 milhões por falhas nos atendimentos aos usuários.

Dentre as inúmeras reclamações recebidas está o grande tempo de espera na ligação e dificuldades dos clientes em cancelar serviços. O superintendente municipal de defesa do consumidor, José Alicio de Mesquita, explica que a ação tem o objetivo de fazer com que as operadoras respeitem os consumidores.

“Infelizmente constatamos que há uma espera interminável para serem atendidos, quando conseguem não saem satisfeitos com a dificuldade de se cancelar serviços contratados. Caso não tenhamos significativas melhoras nas operações desta natureza, continuaremos autuando até que forneçam um serviço mais eficiente, qualificado e humanizado”, destaca o superintendente.

Os fiscais do órgão autuaram as empresas com base no Decreto Federal nº 6.523/2008, sobre qualidade, eficiência e transparência nos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Principais exigências

Dentre os problemas observados com as empresas, está a disponibilidade no primeiro menu eletrônico aos usuários de se falar diretamente com o atendente, reclamar ou cancelar contratos e serviços.

O consumidor não poderá ter sua ligação finalizada antes da conclusão do atendimento e em caso de transferência, que ela seja para o setor competente e que possa atender em definitivo a demanda do cliente.

Os processos também serão encaminhados ao Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) para abertura de ações civis públicas.

Após a entrega das multas, as operadoras têm dez dias para apresentar recurso e 30 para pagá-las. Caso não quitem os valores, as empresas podem ser incluídas na Dívida Ativa do município.

O cidadão que se sentir lesado deve procurar o Procon Goiânia para registrar a reclamação, munido dos documentos pessoais, comprovante de endereço e números dos protocolos de atendimento emitidos pelas operadoras.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Com presença de ministro, Universidade Federal de Catalão é inaugurada

PF deflagra operação contra fraudes de R$ 500 mil no Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal em Goiás e Minas Gerais

Caminhoneiros seguem bloqueando distribuidoras de combustíveis e rodovias em Goiás contra alta no preço diesel

Operação do MP-GO apreende mais de 1,4 tonelada de carne clandestina em Bela Vista de Goiás

Lar dos Idosos de Silvânia promove campanha de arrecadação de fraldas geriátricas

Delegado afirma que podem existir mais vítimas de golpe milionário aplicado por pastor de Leopoldo de Bulhões

Deputado federal Daniel Vilela recebe Título de Cidadão de Gameleira de Goiás

Corpo de Bombeiros de Silvânia combate incêndio em residência no bairro das Pedrinhas

Ministério Público alerta comerciantes de Silvânia e Gameleira de Goiás sobre comercialização de carne clandestina

Desertificação cresce e ameaça terras do Nordeste, Minas e Espírito Santo

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web