Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 10/08/2017 08:32
   
 

  Força-tarefa deflagra 2ª fase de operação contra roubo de cargas em Goiás, mais 4 estados e no DF

Sílvio Túlio, G1 Goiás
www.g1.com Foto: Divulgação/PF


Uma força-tarefa das polícias Federal, Rodoviária Federal e Militar realiza nesta quinta-feira (10) a segunda fase de uma operação contra roubo de cargas em Goiás, no Distrito Federal e em mais quatro estados. Segundo as investigações, o prejuízo causado gira em torno de R$ 30 milhões.

São cumpridos 91 mandados judicias, sendo 40 de prisão. Ao todo, 450 policiais atuam em cidades de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e no DF.

Denominada Hicsos II, ela é um desdobramento da operação Hicsos, realizada em fevereiro deste ano e que prendeu, na época, 30 pessoas.

Segundo a PF, o foco desta fase é um grupo de empresários e agentes políticos que davam suporte financeiro ao roubo de cargas em vários municípios brasileiros.

A polícia acredita que um dos envolvidos está foragido na Inglaterra. Por isso, será solicitado auxílio das autoridades britânicas e da Interpol para encontrá-lo.

Os envolvidos responderão pelos crimes de roubo qualificado, cárcere privado, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de drogas e receptação.

Uma coletiva deve ser realizada nesta quinta-feira para dar mais detalhes sobre a operação.

Vídeo mostra ação

Um dos crimes atribuído ao grupo criminoso ocorreu no último dia 9 de junho. Um vídeo mostra o momento em que um caminhão passa pela BR-060, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. De repente, após parar no quebra-molas, o motorista, de 45 anos, pulou do veículo para denunciar que estava sendo vítima de um assalto.

Três policiais da corporação faziam outra abordagem no momento e conseguiram render o assaltante, que foi preso e levado para a Central de Flagrantes.

Nas imagens de câmeras de segurança é possível ver quando o caminhoneiro passa pelo quebra-molas em velocidade reduzida. Antes que o veículo pare totalmente ele abre a porta, pula para fora e sai correndo e apontando para o caminhão. Em seguida, os policiais rendem o jovem, de 22 anos, que saiu pela janela e entregou o revólver de calibre 38 que usava no assalto.

Segundo a PRF, a vítima relatou que foi rendida pelo assaltante enquanto passava por Abadiânia. Conforme o relato, o jovem e um comparsa pararam o veículo e o suspeito seguiu com o caminhoneiro enquanto o outro fugiu em um carro.

Primeira fase

A primeira fase da operação foi realizada no último dia 22 de fevereiro. Na ocasião, foram expedidos 82 mandados judiciais, sendo 37 de prisão preventiva, 14 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para prestar depoimento e 31 de busca e apreensão. Os alvos foram as cidades de Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Trindade, Bela Vista, Leopoldo de Bulhões, Alexânia, Morrinhos, Campos Belos, além do Distrito Federal.

Também foram apreendidos 15 veículos roubados e 15 armas de fogo, além de recuperadas cargas roubadas avaliadas em mais de R$ 500 mil.

Segundo a força-tarefa, donos de supermercado, distribuidoras de alimentos e bebidas e até postos de combustíveis pagavam 50% do valor da carga para os criminosos. Após receberem a mercadoria, revendiam os produtos de origem ilegal.

"O dinheiro que era conseguido pelas quadrilhas era usado para cometer outros crimes. A quadrilha também atuava no tráfico de drogas e roubos de carros. Então, desmanchando essa quadrilha agora, também atingimos outros tipos de crimes", disse na época o superintendente da Polícia Federal, Humberto Ramos.

Ainda segundo a Polícia Federal, esses criminosos agiam de duas a três vezes por semana. "Eles não tinham outra profissão, era só essa de crimes mesmo. Então, eles roubavam para eles, roubavam para as quadrilhas, agiam com uma grande frequência", disse o superintendente.

Os criminosos chegavam a fazer falsas barreiras policiais, usando coletes de fiscalização e veículos equipados com sirene e giroflex. Eles paravam os caminhões e, caso se interessassem pela carga, anunciavam o assalto. Segundo o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Álvaro Resende, os crimes aconteciam principalmente na região de Anápolis.


   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Reunião no Ministério Público de Goiás debate soluções em segurança pública para Silvânia e Gameleira de Goiás

Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas

Mais de 18 mil hectares da Chapada dos Veadeiros já foram destruídos pelo fogo

MPF e MP entram com ação para proibir que fazendeiro retire água do Rio Araguaia para agricultura

Ação da PF combate fraudes durante fiscalização do Inmetro em postos de combustíveis de Goiás

Cunha recebeu R$ 1 milhão para comprar impeachment de Dilma, diz Funaro

Dois adolescentes morrem afogados enquanto nadavam em rio de Luziânia

Receita Federal paga 5º lote de restituição do Imposto de Renda 2017

Brasileiros nascidos em outubro recebem abono do PIS referente a 2016

Polícia Federal faz buscas no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2016 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Christyano.com.br