Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 18/05/2017 08:05
   
 

  Justiça Eleitoral julga improcedente denúncia de compra de votos apresentada contra prefeito de Gameleira de Goiás

Célio Silva
Da Redação Foto: Reprodução Facebook

A juíza da 31ª zona eleitoral, Nathália Bueno Arantes da Costa, proferiu nesta quarta-feira, 17, sentença em processo que apura denúncias de irregularidades e compra de votos no pleito municipal em Gameleira de Goiás.

A ação de Investigação Judicial Eleitoral foi proposta por Michele Francisca Alves, Gildácio Ribeiro de Paiva, Nilson José de Oliveira e Luzimar Santos de Araújo. Gildácio e Michele foram candidatos a prefeito e vice, respectivamente, em Gameleira de Goiás, no pleito de outubro do ano passado.

A denúncia acusava o prefeito Wilson Tavares Júnior, o vice, Roberto Gomes de Araújo e os vereadores Wilians Pereira da Silva e Ivan Gomes Dutra de sufrágio ilegal de votos nas eleições de 2016.

Entre os fatos levantados na denúncia, está a doação de um veículo VW Kombi para uma igreja evangélica de Gameleira de Goiás. A denúncia sustenta que a doação do veículo foi prometida pelo então candidato a prefeito Wilson Tavares Júnior em busca de votos.

Um processo criminal foi instaurado na Delegacia de Polícia de Silvânia para apurar os fatos. Em entrevista ao programa O Giro da Notícia, da Rádio Rio Vermelho, no dia 14 de fevereiro, o delegado de polícia, Dr. Leonardo Barbosa, informou que, do ponto de vista criminal, a Polícia Civil havia arquivado o processo porque, após interrogatórios, a autoridade policial não encontrou indícios que comprovem a denúncia.

No âmbito eleitoral, o processo seguiu em tramitação e as audiências para ouvir testemunhas foram realizadas pela justiça eleitoral da 31ª zona.

Na sentença proferida nesta quarta-feira, a juíza Nathália Bueno Arantes Costa julgou improcedente todos os fatos arrolados na ação de Investigação Judicial.

A decisão da juíza já foi publicada no Diário Eletrônico  da Justiça Eleitoral.

O advogado de defesa de Wilson Júnior foi o Conselheiro Seccional da OAB-Goiás, Rubens Fernando Campos.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Regulamentação do Uber pode ser votada nesta semana no Senado

Confronto entre PM e criminosos deixa três mortos e quatro feridos no Rio de Janeiro

Horário de verão pode ser extinto este ano; governo quer ouvir sociedade

Adolescente que confessou ter matado vizinha de 14 anos vai cumprir medida socioeducativa

Goiás registra mais de 1,8 mil novas vagas de emprego em agosto, diz Caged

Suplente assume cadeira na Câmara de Gameleira de Goiás nesta segunda-feira

Ministro do STJ nega pedido de suspeição de Moro feito por defesa de Lula

Início da primavera aumenta a possibilidade de chuvas em Goiás

Denúncia contra Temer chega à Câmara e deve começar a tramitar na próxima semana

Reservatório de Serra da Mesa atinge nível mais baixo da história

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2016 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Christyano.com.br