Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 18/05/2017 08:05
   
 

  Justiça Eleitoral julga improcedente denúncia de compra de votos apresentada contra prefeito de Gameleira de Goiás

Célio Silva
Da Redação Foto: Reprodução Facebook

A juíza da 31ª zona eleitoral, Nathália Bueno Arantes da Costa, proferiu nesta quarta-feira, 17, sentença em processo que apura denúncias de irregularidades e compra de votos no pleito municipal em Gameleira de Goiás.

A ação de Investigação Judicial Eleitoral foi proposta por Michele Francisca Alves, Gildácio Ribeiro de Paiva, Nilson José de Oliveira e Luzimar Santos de Araújo. Gildácio e Michele foram candidatos a prefeito e vice, respectivamente, em Gameleira de Goiás, no pleito de outubro do ano passado.

A denúncia acusava o prefeito Wilson Tavares Júnior, o vice, Roberto Gomes de Araújo e os vereadores Wilians Pereira da Silva e Ivan Gomes Dutra de sufrágio ilegal de votos nas eleições de 2016.

Entre os fatos levantados na denúncia, está a doação de um veículo VW Kombi para uma igreja evangélica de Gameleira de Goiás. A denúncia sustenta que a doação do veículo foi prometida pelo então candidato a prefeito Wilson Tavares Júnior em busca de votos.

Um processo criminal foi instaurado na Delegacia de Polícia de Silvânia para apurar os fatos. Em entrevista ao programa O Giro da Notícia, da Rádio Rio Vermelho, no dia 14 de fevereiro, o delegado de polícia, Dr. Leonardo Barbosa, informou que, do ponto de vista criminal, a Polícia Civil havia arquivado o processo porque, após interrogatórios, a autoridade policial não encontrou indícios que comprovem a denúncia.

No âmbito eleitoral, o processo seguiu em tramitação e as audiências para ouvir testemunhas foram realizadas pela justiça eleitoral da 31ª zona.

Na sentença proferida nesta quarta-feira, a juíza Nathália Bueno Arantes Costa julgou improcedente todos os fatos arrolados na ação de Investigação Judicial.

A decisão da juíza já foi publicada no Diário Eletrônico  da Justiça Eleitoral.

O advogado de defesa de Wilson Júnior foi o Conselheiro Seccional da OAB-Goiás, Rubens Fernando Campos.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Pesquisa aponta que grupos de família no WhatsApp são o principal transmissor de fake news

Concurso da Polícia Federal abrirá 500 vagas para cinco carreiras

MP de São Paulo vai investigar Geraldo Alckmin por improbidade administrativa

Goiás é o quinto estado brasileiro que mais gerou empregos formais em março de 2018

Mais de 2.400 pessoas já foram vacinadas na Campanha de Vacinação contra a gripe H1N1 em Vianópolis

Enfermeira de Silvânia cria grupo terapêutico de apoio a adolescentes grávidas

Laboratório de Goiânia anuncia que resultado de exame em criança de Silvânia que morreu com suspeita da gripe H1N1 deve ser divulgado na segunda-feira

União Europeia embarga 20 frigoríficos de frango do Brasil

Projeto que obriga escolas a combaterem bullying é aprovado no Senado

STF concede prisão domiciliar a Maluf

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2018 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato
Desenvolvido por DMM Web