Bem-vindo, (entrar) | www.radioriovermelho.com.br
 
   
 
       
 
 
 
 
Início > Últimas notícias > 20/01/2015 07:42
   
 

  Corte de energia atinge cerca de 270 mil pessoas em Goiás, afirma Celg

Sílvio Túlio
www.g1.com Foto: Reprodução Google

A Companhia Energética de Goiás (Celg) informou que cerca de 270 mil pessoas ficaram sem energia no estado por pouco mais de uma hora durante a redução da distribuição, realizada na tarde desta segunda-feira (19). De acordo com Francisco de Assis Soares, diretor de distribuição da companhia, após o pedido do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), 29 subestações tiveram transformadores desligados, atingindo, ao todo, 35 cidades. 

Soares explicou que o número de clientes afetados corresponde a aproximadamente 10% do total do estado. "Hoje nós temos 2,7 milhões de consumidores. A nossa potência máxima é de 2,7 mil megawatt, que atende essa demanda. Desse total, tivemos um corte de 247 megawatt ", disse.

Parte da energia foi desligada às 14h57 e reestabelecida às 16h10. Além da capital, os outros municípios que ficaram sem luz foram: Águas Lindas de Goiás, Vianópolis, Chapadão do Céu, Piranhas, Bom Jardim de Goiás, Aragarças, Hidrolina, Inhumas, Goianésia, Alto Horizonte, Uruaçu, Doverlândia, Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia, Santa Rita do Araguaia, Portelândia, Vicentinópolis, Pontalina, Buriti Alegre e Alvorada do Norte.

O diretor explica que não houve desligamento integral em nenhuma das cidades. Segundo ele, a empresa usa como critério para desligamento as subestações que tem mais de um transformador.

Apesar do restabelecimento total do serviço, a Celg diz que fará novos cortes caso seja recomendada pelo ONS.

Nacional

Além de Goiás, o Distrito Federal e os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia também ficaram parcialmente sem energia.

O ONS divulgou nota em que informa ter havido "restrições na transferência de energia das Regiões Norte e Nordeste para o Sudeste" que "aliadas à elevação da demanda no horário de pico, provocaram a redução na frequência elétrica".

Em Goiânia, a queda de energia foi registrada principalmente nos bairros da região sul, onde semáforos apagaram e deixaram o trânsito tumultuado em algumas avenidas como a T-4, T-63 e T-13, no Setor Bueno.

A Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) informou que registrou ocorrências de semáforos desligados devido à queda de energia em bairros como Parque Amazônia e os Setores Bueno e Pedro Ludovico. Ainda de acordo com o órgão, até às 18 horas, o problema havia sido resolvido.

   
 
   
  Voltar
   
  Mais notícias
   
  Após servidores testarem positivo, Câmara de Silvânia fecha por sete dias e destina R$ 50 mil para prefeitura investir no combate à Covid-19

São Paulo inicia testes da vacina contra coronavírus no dia 20 de julho

Começam as inscrições para o Sisu

Goiás registra 33 mortes por covid-19 em 24h e total de óbitos chega a 654

Operação Cerrado Vivo previne e combate incêndios em Goiás

Pandemia provoca queda de R$ 6,7 milhões de arrecadação no turismo em Goiás

Gameleira de Goiás adere ao isolamento e fecha comércio aos domingos

Vianópolis tem cinco novos casos de coronavírus

Sobem para 35 os casos de Covid-19 em Orizona

Silvânia registra sete novos casos de Covid-19

Ver todas as notícias


 

Ouça

 

Assista

 
  Participe
Seu nome:
 

Seu comentário:

 
 
 
  Peça sua música
Seu nome:
 
Cidade/Estado:
 
Sua música:
 
Manda para:
 
 
 
  Redes Sociais
 

 
 
   
 
  © Copyright 2012-2019 - Rádio Rio Vermelho - Todos os direitos reservados

A Rádio | Notícias | Programação | Comercial | Equipe | Contato